segunda-feira, 9 de julho de 2018

O Bolo mais Gostoso que Você já Comeu!

 
Sábado em casa é sempre o dia que aproveitamos para preparar bolos e pães. Temos mais tempo para nos dedicarmos a cozinha e é muito bom saber que teremos coisas gostosas para comer no café da manhã de domingo. Então passo a semana toda pesquisando e planejando o que iremos fazer.

Passei a última semana toda procurando uma receita de bolo que me encantasse, mas nada me cresceu aos olhos. Queria alguma coisa rica em sabor, mas que não fosse complicada de preparar. Esse final de semana estávamos meio "borocochos" por causa do resfriado que tomou conta da casa, então algo simples e saboroso era tudo o que queríamos.

Como não encontrei nada, resolvi improvisar. Sabia que queria algo com banana e maçã e que tivesse uma pegada mais saudável. Dei uma olhada nos ingredientes que tinha disponível e usei a base de uma receita que gosto muito... daquelas que não tem erro sabe?! 

E o resultado... minha gente, ficou um espetáculo!!! Um cheiro de bolo bom pela casa toda, massa fofinha e úmida, daquele jeito que a gente ama sabe?!

Ingredientes:
- 3/4 xícara (chá) de óleo (usei óleo de coco)
- 01 xícara (chá) de leite integral 
- 01 colher (sopa) de vinagre (usei vinagre orgânico de maçã)
- 1/2 xícara (chá) de açúcar (usei o demerara)
- 1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo
- 01 xícara (chá) de farinha de trigo
- 02 colheres (sopa) de chocolate ou cacau em pó
- 01 xícara (chá) de farinha de coco
- 01 colher (sopa) de sopa de fermento em pó 
- 03 ovos 
- 02 bananas bem maduras
- 02 maçãs raladas na hora
- 1/2 xícaras (chá) de gotas de chocolate (opcional)

Preparo:
Preaqueça o forno a 180º C.
Unte e enfarinhe duas formas de bolo inglês. 
Aqueça o leite até ficar levemente morno e misture o vinagre. Mexa com uma colher e reserve. O leite vai talhar e é exatamente isso que a gente quer que aconteça.
No liquidificador, bata os ovos, o óleo, os açúcares, a banana e o leite misturado com o vinagre. Bata somente o necessário para liquidificar todos os ingredinetes.
Transfira essa mistura para uma tigela, junte as duas maçãs raladas (rale somente na hora de usar para que ela não oxide), o chocolate em pó e a farinha de coco. Misture com um fouet, sem bater muito. Peneire sobre essa massa a farinha de trigo e o fermento em pó e apenas misture delicadamente até incorporar. 
A parte, misture as gotas de chocolate com meia colher (sopa) de farinha de trigo, isso irá  evitar que elas se acumulem no fundo da forma. Junte as gotas de chocolate à massa e misture delicadamente novamente. Evite bater a massa depois da adição da farinha de trigo.
Despeje a massa nas formas untadas e leve para assar por aproximadamente 30 minutos.
Sirva, quente, frio, gelado... com café, sem café, com chá ou do jeito que quiser! Esse bolo fica bom de qualquer maneira!!!


Obs.: Você pode usar qualquer tipo de óleo no preparo dessa receita, o mesmo serve para o vinagre. Optei por óleo de coco e vinagre de maçã para enriquecer a receita em sabor e em valores nutricionais.
As gotas de chocolate são opcionais, não usá-las não compromete a receita. Mas elas conferem um sabor a mais a esse bolo que já é tão rico em sabor e textura. 



Read More

terça-feira, 3 de julho de 2018

Manteiga, Margarina, Óleo ou Gordura Vegetal?

Qual a diferença entre massas de bolo que levam manteiga, margarina, óleo ou gordura vegetal?

Hoje vamos falar um pouquinho sobre as diferenças entre essas massas e qual a finalidade de casa uma.

ManteigaMassa leve, compacta, textura fina e delicada, migalhas bem pequenas, buraquinhos bem miúdos.
As massas preparadas com manteiga são firmes e, em geral, você irá precisar de uma espátula para espalhar na fôrma. Bolos preparados com manteiga são mais firmes e estruturados. São perfeitos para cobrir com pasta americana, mas não são indicados para serem servidos gelados. A manteiga, em baixas temperaturas, se torna dura e quebradiça, o mesmo acontece com a massa do bolo que a leva em sua composição.
 
Óleo: Massa úmida, leve, ligeiramente esfarelada, migalhas grandes e sabor bem agradável. 
As massas preparadas com óleo são mais líquidas. Bolos preparados com óleo são mais leves e úmidos. Excelentes para bolos que necessitam de geladeira, como os que são recheados com mousse, frutas ou bolo gelados. O óleo, mesmo em baixas temperaturas, não endurece, o que faz com que a massa continue macia e úmida mesmo sob refrigeração.

Margarina: Massa úmida mas não muito leve, esfarelada, buracos de ar e aspecto mais gorduroso.
Produz um bolo não muito leve, esfarelento e com buracos de ar. Os bolos com margarina apresentam um sabor mais rançoso e uma textura oleosa que não é tão agradável.

Gordura Vegetal: Massa alta, leve, seca e esmigalhada. 
A gordura vegetal não deixa sabor residual e atua como um conservante, fazendo com que a preparação tenha um prazo de validade maior. Os bolos com gordura vegetal possuem menor necessidade de refrigeração e são comuns em vitrines de supermercados. Vale lembrar que a gordura vegetal nada mais é do que "Gordura Trans", aquela que é considerada por médicos e especialistas como nociva à saúde, pois o seu consumo está ligado ao aumento de doenças cardíacas.
 
Read More

domingo, 1 de julho de 2018

Cupcake de Churros com Caramelo Salgado


Vou chamar de cupcake de churros, porque a massa era para bolo de churros!!! ;)

Ontem testei uma receita de bolo de churros, que ainda vou postar aqui no Leia Antes de Cozinhar, e como a minha fôrma era pequena, acabou sobrando uma boa quantidade de massa.
Aproveitei para assar em forminhas de cupcake e cobri com o caramelo salgado, que tinha pronto na geladeira e que já postei a receita aqui. O resultado me surpreendeu, essa massa é muito fofinha e úmida e a combinação com o caramelo ficou bem interessante.



Ingredientes da massa  
- 3/4 xícara (chá) de óleo
- 01 xícara (chá) de leite integral 
- 01 xícara (chá) de açúcar
- 02 xícaras (chá) de farinha de trigo
- 01 colher (sopa) de sopa de fermento em pó 
- 03 ovos 
- 02 Colheres (café) de canela em pó 

Para a cobertura, use 01 receita de caramelo salgado 

Preparo
Preaqueça o forno a 180º C.
Acomode as fominhas de papel em uma forma para cupcake e reserve. 
Misture a farinha de trigo com o fermento e reserve.
Bata no liquidificador, os ovos, o óleo, o açúcar e o leite por mais ou menos 3 minutos. Adicione a canela em pó e bata novamente até misturar.
Transfira para uma tigela e peneire aos poucos a farinha de trigo já misturada com o fermento, mexendo delicadamente com um fouet. Não bata a massa, isso faz com que ela fique pesada, misture somente até incorporar toda a farinha.

Distribua a massa nas forminhas de cupcake, preenchendo 2/3 da capacidade, para que a massa possa crescer e não derrame. Leve para assar por aproximadamente 15 minutos, ou até ficar com a superfície dourada.

Deixe esfriar e cubra com o caramelo salgado.
  
Rendimento: 24 cupcakes  





Read More

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Caramel au Beurre Salé - Caramelo Salgado




"A cozinha francesa tem três segredo: Manteiga, manteiga e manteiga. "
Essa frase, de autoria desconhecida, resume muito bem a paixão dos franceses por esse ingrediente.

Quando vi pela primeira o filme "Julie & Julia" (super recomendo! E sim, eu já vi mais de uma vez!), comecei a ver a manteiga com outros olhos. Antes, eu nem fazia muita questão de usar, trocava por margarina e achava que tudo estava resolvido. Mas, vendo a adoração que a Julia Shield (Meryl Streep) tinha por tudo o que levava manteiga, comecei a usar com mais frequência (no início por curiosidade) e então passei a me relacionar melhor com esse ingrediente, muito melhor diga-se de passagem. Hoje não falta manteiga na geladeira de casa e se a receita pede "manteiga" é "manteiga que eu uso". E a diferença minha gente... ah, a diferença é gritante. 

A magia desse ingrediente está na sua gordura, vinda da nata de leite batida. Para ser manteiga de verdade, é preciso que o produto contenha, no mínimo, 80% de gordura (os outros 20% são resíduos sólidos de leite e água). Qualquer valor abaixo disso, não é manteiga!

Se ela é calórica? Sim, e muito! Mas é essa gordura natural, que dá a liga perfeita às massas, textura e sabor completamente diferentes da margarina. 

Já o Caramelo, é uma receita clássica feita com açúcar e creme de leite, conhecida na França há centenas de anos. Foi só em 1977 que um chocolatier da cidade de Quiberon, resolveu (sabe-se lá porque) colocar um grande pedaço de manteiga salgada no caramelo, mudando completamente seu gosto e criando assim o doce mais querido pelos franceses: Caramel au Beurre Salé.
Ingredientes
- 01 xícara (chá) de açúcar (165gr)
- 80gr de manteiga com sal (05 colheres (sopa) aproximadamente)
- 200ml de creme de leite fresco (caso não encontre, pode ser o de caixinha)
Preparo
Em uma panela, derreta em fogo baixo, o açúcar até obter uma calda âmbar (um amarelo quase dourado), leva de 3 a 4 minutos. Em outra panela aqueça o creme de leite até levantar fervura e reserve.
Quando o açúcar estiver pronto, fora do fogo, adicione aos poucos o creme de leite quente, sem parar de mexer, até que ele fique completamente incorporado ao açúcar. Se empelotar um pouco não tem problema, volte para o fogo bem baixo e continue mexendo até derreter todos os grumos. 
Retire do fogo, adicione a manteiga, misture muito bem e guarde em um pote de vidro.
Onde usar esse caramelo: Como calda em sorvete, com frutas, no recheio de crepes, em bolos, cupcakes ou em colheradas mesmo!
Para dar um charme maior a receita, ao servir, adicione flor de sal! 
Read More

sábado, 23 de junho de 2018

Canjica de Doce de Leite



Aqui em casa tem uma criaturazinha que é louca por canjica... Vira e mexe e o Pedrinho quer comer a bendita canjica da Vó Elza! Mas esse é um doce que só o Pedro gosta, o resto da turma até come, mas não tem aquela paixão sabe. Então a canjica acaba "morando" em nossa geladeira por alguns dias.
Foi aí que resolvi testar algo diferente da  receita tradicional, uma canjica de doce de leite. 
Vocês não podem imaginar como isso ficou incrível... Tem que comer pra saber, não tem jeito! Todo mundo amou e eu já estou me programando pra fazer de novo.

Ingredientes
- 01 e 1/2 xícara (chá) de milho de canjica ou 1/2 kg de canjica já cozida no vapor (facilita muito o trabalho! Rs)
- 01 litro de leite integral
- 01 canela em pau
- 01 lata de doce de leite pronto ou 01 lata de leite condensado cozido por 50 min. Na panela de pressão
- 01 colher (sopa) de manteiga 
- 01 pitada de sal (pequena heim!)
- 01 caixa de creme de leite

Preparo
Caso não tenha optado pela canjica já cozida, cozinhe o milho de canjica em 01 litro de água por mais ou menos 1 hora ou até ficar macio. Depois de cozido escorra bem.
Em uma panela grande, coloque a canjica já cozida e escorrida (ou a canjica que já comprou cozida no vapor), adicione o leite, o doce de leite, a manteiga, o sal, a canela em pau e cozinhe em fogo baixo, mexendo de vez em quando, até engrossar. Isso leva mais ou menos uns 40 minutos. 
Retire a canela em pau e adicione o creme de leite. Mexa bem e retire do fogo. 
Sirva quente ou frio.

Obs: - Usei o doce de leite pronto Itambé, que eu gosto muito, mas com leite condensado cozido fica tão bom quanto. O "problema" é esperar a lata cozinhar.

- Caso queira, junte 01 xícara (chá) de amendoim torrado, sem casca e picado e cozinhe junto com a canjica e os outros ingredientes.





Read More

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Carne Louca (carne desfiada para sanduíche)





Uma carne desfiada, com molho saboroso que leva tomates, ideal para um sanduiche quente ou frio!

Ingredientes
- 01 kg de lagarto cortado em cubos grandes
- ¼ xícara (chá) de azeite
- 02 dentes de alho amassados
- 01 cebola grande fatiadas
- 01 lata de tomate pelado (pode substituir por dois tomates sem semente e ½ lata de molho de tomate)
- 01 xícara (chá) de vinagre de maçã ou vinho branco
- 01 e ½ xícara (de chá) de água
- 02 envelopes de tempero pronto para carne
- 01 pimenta dedo de moça sem sementes picada ou molho de pimenta vermelha a gosto
- Sal e pimenta-do-reino a gosto
- Salsinha e cebolinha picada a gosto

Modo de preparo
Em uma panela de pressão, aqueça o azeite e doure os cubos de carne até começarem a grudar no fundo da panela.
Junte todos os outros ingredientes (menos a salsinha e cebolinha), feche a panela e deixe cozinhar por 40 minutos contando a partir do momento que a panela pegar pressão (chiar).
Passado este tempo, desligue o fogo e deixe que a pressão saia sozinha.
Retire a carne da panela e desfie com um garfo. Após desfiar, retorno a carne à panela com o molho que restou, junte a salsinha e cebolinha picada, acerte o sal se for necessário e deixe o molho reduzir por mais alguns minutos até ficar a seu gosto.
Sirva gelado ou quente, acompanhado de pão francês.

Obs.: - Algumas receitas levam azeitonas e pimentão (verde e vermelho), eu particularmente, não acho necessário, mas caso queira, é só colocar picadinho quando for reduzir o molho. 

- O tempo de cozimento pode variar de 40 a 50 minutos. Se estiver fazendo a receita pela primeira vez, recomendo abrir a panela logo após os 40 minutos (retire a pressão antes em baixo da torneira) para verificar se a carne já está bem cozida. Se ainda estiver difícil para desfiar, cozinhe por mais 10 minutos na pressão.

- Você pode usar acém para fazer essa receita. A opção pelo lagarto é por ser mais fácil de desfiar.

- Em um pote bem fechado, ela pode ser mantida por até 03 dias na geladeira (duvido que vá sobrar!).

Ah... Se for servir quente, coloque uma fatia generosa de queijo mozzarella!



Read More

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Sonhos com Creme



Ah, sonhos! Macio, leve, fofinho e com um recheio cremoso e docinho.
Sonho tem o sabor e cheiro da minha infância. É daqueles doces que tem o poder de me transportar para uma outra época. Tenho uma memória afetiva muito forte ligada a essa receita, a massa me lembra muito os sonhos que minha mãe fazia, leve e fofinho. O recheio você pode variar de acordo com a sua vontade, pode ser doce de leite, goiabada ou esse creme delicioso que lembra o creme de confeiteiro, mas que é muito mais gostoso.

INGREDIENTES: CREME

 

INGREDIENTES: MASSA

- 40gr de manteiga sem sal

- 250 ml de leite integral

- 02 tabletes de fermento fresco (30gr)

- 04 colheres de sopa de açúcar

- 02 gemas

- 01 ovo inteiro

- 1 colher de chá de sal

- 500g de farinha de trigo para pão* (aproximadamente)


PREPARO

Prepare uma receita do Creme Tipo Confeiteiro (receita aqui!) e deixe esfriar.

Agora vamos a massa: Aqueça o leite com a manteiga numa panela até que a mistura esteja morna, a manteiga não precisa derreter, mas o leite precisa estar morno para ativar o fermento. Depois, leve essa mistura à batedeira e acrescente os tabletes de fermento fresco.

Adicione o açúcar, as gemas e o ovo, o sal e a farinha de trigo. Sove a massa com o gancho da batedeira por aproximadamente 10 minutos na velocidade média. Se quiser, pode sovar à mão por no mínimo 15 minutos. A massa deve desprender das laterais da tigela da batedeira, então adicione mais farinha se for necessário.

Faça uma bola com a massa e deixe-a descansar numa tigela grande por 45 minutos. Passe um pouco de óleo em volta da massa para evitar que resseque.

Depois que a massa crescer, corte-a em 12 pedaços iguais (cada sonho meu rendeu 80g) e faça bolinhas (boleie bem cada uma para que elas não abram no momento da fritura). Deixe que os sonhos descansem numa superfície enfarinhada com um pano por cima por mais 45 minutos.

Assim que os sonhos estiverem grandes, frite-os em óleo quente por aproximadamente 5-8 minutos, virando de vez em quando, ou até que estejam completamente cozidos.


MONTAGEM

Misture o creme, já gelado, para que fique mais cremoso e depois recheie os seus sonhos.


Polvilhe açúcar de confeiteiro e delicie-se!

Obs.: Farinha para pão, é uma farinha mais forte. VVerifique o rótulo e procure por uma farinha que contenha em torno de 12% de proteína. 
Nessa receita, você pode usar farinha tipo 1, dessas que encontramos facilmente no mercado, mas isso compromete um pouco o resultado final e seu sonho pode não ficar tão fofinho.




Read More

© 2011 Leia antes de cozinhar, AllRightsReserved | Designed by ScreenWritersArena

Distributed by: Leia Antes de Cozinhar